DPVAT 2021 – Detran SP: Consulta, valor e tabela do Seguro Obrigatório

O DPVAT 2021 é cobrado como uma taxa de seguro obrigatório. Ao manter o boleto DPVAT 2021, o Detran de São Paulo pode-se ter uma indenização caso esteja envolvido em algum acidente de trânsito.

O seguro DPVAT envolve todos os veículos automotores de vias terrestres. No caso de São Paulo a taxa poderá ser paga junto ao licenciamento.

O objetivo do seguro é prestar amparo a todas as vítimas de acidentes de trânsito no território brasileiro, independente da vítima ter um veículo. Confira abaixo mais sobre como ele funciona, quem tem direito, os valores e como pagar!

Como funciona o DPVAT 2021 em SP?

O que é o DPVAT?

O DPVAT 2021 é um seguro imposto para os veículos para que seja possível prestar socorro a todas as vítimas, sejam pessoas transportadas ou não pelo veículo, além de dano a carga do veículo.

Ele é obrigatório para veículos automotores que transitam em vias terrestres, portanto não é cobrado em navios, helicópteros, aviões etc.

O pagamento dele é feito sempre junto a primeira parcela do IPVA 2021. No caso dos veículos isento do IPVA, o pagamento do seguro DPVAT deve ser feito a parte.

Como pagar DPVAT 2021 SP?

O DPVAT 2021 é importante por ser um seguro de proteção social de todos os cidadãos brasileiros. Isso porque ele é um amparo para todas as vítimas de acidentes de trânsito dentro do território nacional.

Portanto, mesmo a vítima não sendo um motorista ou não portando um veículo, o DPVAT deve zelar pelo atendimento e indenização em casos de acidentes.

Essa proteção é válida por até 3 anos, segundo descrito na lei, e contempla 3 categorias de indenização: indenização em caso de morte, invalidez permanente e reembolso para despesas médicas.

Como consultar o DPVAT 2021?

A consulta DPVAT 2021 é regulamentada pela seguradora responsável, a Seguradora Líder. Para consultar é simples, basta seguir o passo a passo abaixo:

1- Acesse o site da Seguradora Líder,

2- Informe o número do sinistro, CPF do beneficiário ou representante legal para acompanhar algum processo em andamento.
Como consultar o DPVAT?

3- Confirme no sistema de segurança e clique em consultar.

Tabela DPVAT 2021: qual o valor cobrado em SP?

O valor DPVAT 2021 São Paulo é definido anualmente pela Resolução do Conselho Nacional de Seguros Privados.

Confira abaixo como a tabela da cobrança funciona. São ao todo 7 categorias de pagamento e os veículos isentos:

  • Reboque e semirreboque: isento devido ao pagamento realizado pelo veículo tracionador;
  • Categoria 1: Automóveis, camionetas particulares: R$5,13;
  • Categoria 2: Táxis, carros de aluguel e aprendizagem: R$5,13;
  • Categoria 3: ônibus e microônibus: R$ 10,57;
  • Categoria 4: microônibus com cobrança de frete, mas com lotação inferior a 10 passageiros: R$ 8,11;
  • Categoria 8: Ciclomotores: R$5,67;
  • Categoria 9: Motocicletas, motonetas e semelhantes: R$ 12,30;
  • Categoria 10: Caminhões, caminhonetas (até 1,500Kg), máquinas de carga, terraplanagem etc: R$5,78.

Como efetuar o pagamento do DPVAT 2021?

Como efetuar o pagamento do DPVAT?

O pagamento do seguro DPVAT 2021 é feito sempre com a cota única ou primeira parcela do IPVA. Se você está com o IPVA 2021 em dia, consequentemente está com o seguro DPVAT garantido para aquele ano

O valor do seguro é um valor relativamente baixo comparado aos outros impostos pagos pelo veículo, por isso não é parcelado.

Bancos arrecadadores

Em São Paulo, o seguro DPVAT 2021 é arrecadado por vários bancos. O valor do seguro pode ser pago em qualquer uma dessas agências abaixo, sendo ou não um correntista.

  • Bradesco;
  • Caixa Econômica Federal (CEF);
  • Banco do Brasil (Internet Banking ou nos Caixas Eletrônicos);
  • BANCOOB;
  • BMB;
  • Citibank;
  • Daycoval;
  • Itaú;
  • Rendimento;
  • Santander;
  • Safra.

Como é dividido o valor arrecadado do seguro DPVAT 2021?

Como é dividido o valor arrecadado do seguro DPVAT?

O valor total do seguro DPVAT 2021 é dividido, sendo uma parte recolhida pela União e outra retida no estado, sendo 50% do valor do seguro indo para a União.

Nessa parte, 45% será investido no SUS, para melhorias na estrutura e atendimento dos acidentados e os outros 5% são destinados ao Denatran, para o orçamento de  programas de prevenção à acidentes de trânsito .

Os outros 50% do valor total do seguro é separado para as indenizações e despesas dos setores administrativos e operacionais.

Comente